23.06- A mediunidade de clarividência

Prolegômenos
31 de agosto de 2018 Pamam

A mediunidade de clarividência é aquela em que o ser humano procura ultrapassar as barreiras do espaço e do tempo, através de exercícios telepáticos e de outros dons adquiridos, conseguindo assim ver a longas distâncias determinados acontecimentos, pessoas e objetos, descrevendo-os com certa riqueza de detalhes.

É sabido que o médium vidente consegue ver aquilo que acontece dentro do seu ambiente fluídico, no local em que se encontra, imagens da vida espiritual; enquanto que o médium de clarividência vê à distância determinados acontecimentos da vida humana, e, através da premunição, vê acontecimentos futuros.

Em relação ao fato de o médium de clarividência ver à distância determinados acontecimentos ou objetos próprios da vida humana, isto se explica facilmente por intermédio do desdobramento. Sabe-se que o corpo fluídico se encontra ligado ao corpo humano por intermédio de cordões fluídicos, que se estendem a distâncias incomensuráveis. Durante o sono, o ser humano se desdobra, quando então o corpo fluídico se separa do corpo humano e vai para o local que lhe é mais afim, pelo que se sente atraído. Mas este fato pode ocorrer durante a vigília, quando o ser humano se encontra desperto, nas ocasiões em que ele se desdobra para alguma finalidade. Nas sessões particulares do Racionalismo Cristão, os médiuns se desdobram e passam a servir de instrumentos para o Astral Superior, a fim de arrebatar os espíritos obsessores que se encontram quedados no astral inferior.

Existem relatos científicos de médiuns clarividentes que se desdobraram e conseguiram detalhar, com precisão, objetos contidos dentro de um quarto a uma distância de milhares de quilômetros do local onde se encontravam. Muitos países, considerados como sendo materialistas, empenham-se em pesquisas procurando utilizar esses dons espirituais na comunicação e descobertas importantes. Já estão tentando utilizar a mediunidade de clarividência e telepatia, inclusive, em experiências com voos espaciais.

Já em relação ao fato do médium de clarividência ver acontecimentos futuros, a explicação é um tanto mais complexa, pois que requer um estudo mais profundo acerca da Espiritologia, daí a razão pela qual os assuntos postados neste site de A Filosofia da Administração serem todos lidos obedecendo a uma sequência lógica, em conformidade com o seu índice.

É sabido que existe uma corrente universal que liga todas as humanidades umas às outras, à medida que elas forem se espiritualizando. Assim, quando uma determinada humanidade já se encontra evoluída o suficiente, encontrando-se, pois, apta para ser espiritualizada, o Antecristo, um dos dois expoentes da humanidade a quem essa humanidade segue na esteira evolutiva do Universo, desloca-se para ela, a fim de elaborar um plano para a sua espiritualização, nela encarnando por diversas vezes, quando enfim alcança o estágio evolutivo do Cristo, nela continuando integrado, até a consecução do seu plano de espiritualização, pois que o objetivo é estabelecer no seio dessa humanidade o instituto do Cristo, em que esse plano se concretiza com a fundação do Racionalismo Cristão, quando então ele pode retornar para a sua própria humanidade.

O Racionalismo Cristão, pois, é o embrião do instituto do Cristo, de onde surge o Antecristo, um dos dois expoentes dessa humanidade, cujo estágio evolutivo antecede ao do Cristo, que por sua vez deve se deslocar para a humanidade que segue a sua na esteira evolutiva do Universo, que deverá estar preparada para ser espiritualizada. E assim sucessivamente, sem cessar.

Pode-se desta maneira claramente compreender que foi assim que Jesus, o Cristo, integrou-se à nossa humanidade, nela permanecendo até a fundação do instituto do Racionalismo Cristão por parte de Luiz de Mattos, quando então, após a desencarnação do fundador, nomeou a este como sendo o chefe da nossa humanidade, e qualificou a este explanador desse instituto, atualmente encarnado como Pamam, como sendo o Antecristo da nossa humanidade. Luiz de Mattos e Pamam, portanto, são os dois expoentes da nossa humanidade.

Em havendo um plano de espiritualização para a nossa humanidade, torna-se óbvio que todos os espíritos encarnam neste nosso mundo-escola em obediência a esse plano espiritualizador, em razão disso não podem haver os acasos e as coincidências da vida, pois que todas as ações neste mundo se encontram rigorosamente previstas. Neste caso, as ações futuras a serem praticadas já se encontram previstas, assim como também as encarnações dos espíritos que integram a nossa humanidade. É o que se denomina de determinismo.

Assim, fazendo uso dos exercícios telepáticos decorrentes do seu próprio dom, os médiuns clarividentes conseguem ultrapassar as barreiras do espaço e do tempo, premunindo os acontecimentos futuros, inclusive algumas encarnações.

Nostradamus, que viveu no período de 1503 a 1566, é o exemplo mais famoso do mundo da mediunidade de clarividência, tendo sido um médico da Renascença que praticava a alquimia, assim como muitos médicos do século XVI. Ele ficou famoso no mundo inteiro pela sua capacidade de vidência. A sua obra mais famosa, intitulada de As Profecias, é composta de versos agrupados em quatro linhas, que são as quadras, organizados em blocos de cem, que são as centúrias, contendo previsões para o futuro. Ele previu a vinda do Antecristo, grafando a palavra assim mesmo, com o prefixo ante, que indica antecedência, e não como Anticristo, com o prefixo anti, que indica oposição.

Na realidade, existem pouquíssimas pessoas que são possuidoras da mediunidade de clarividência. No entanto, há espertalhões e vigaristas em grande número, que se dizem dotados de clarividência, com o objetivo de ludibriar e explorar aos incautos.

 

Continue lendo sobre o assunto:

Prolegômenos

23.08- Outras mediunidades

Os acontecimentos de natureza material — próprios da vida vivida neste mundo, estando o espírito encarnado —, apesar de em sua classificação diferirem dos acontecimentos de natureza psíquica —...

Leia mais »
Prolegômenos

24- A REENCARNAÇÃO

No âmbito da espiritualidade, a reencarnação pode ser definida como sendo a ação dos espíritos encarnarem por sucessivas vezes em um mundo-escola que foi destinado à humanidade a que...

Leia mais »
Romae