05.01.11- Conclusão

A Adm. de Empresas
12 de setembro de 2020 Pamam

Os espíritos encarnam neste mundo-escola para um aprendizado, com o objetivo de que possam evoluir cada vez mais, em que o trabalho se constitui em um dos alicerces para o processo de aprendizado e de evolução. O trabalho é digno, qualquer que seja ele, desde que seja lícito, então quando Frederick Taylor realizou o seu estudo dos tempos e movimentos, tornou-se óbvio que ele procurou aumentar a produtividade das empresas, diminuindo os seus custos, mas, por outro lado, ele procurou tornar os trabalhadores mais eficientes, ao lhes proporcionar a execução de uma tarefa mais simples, embora repetitiva, porém que os levava nos caminhos da perfeição, já que todas as tarefas a serem desempenhadas eram previamente determinadas, em conformidade com o estudo dos tempos e movimentos.

Se a crítica ao modelo da Administração Científica vem afirmar que Frederick Taylor transformou o homem em uma máquina, temos que afirmar, por outro lado, que o espírito quando encarnado pode alcançar os degraus mais elevados da escala empresarial, por conseguinte, da escala social, desde que tenha trazido a bagagem necessária para tanto do seu Mundo de Luz. O próprio Frederick Taylor é um exemplo disso, pois que ele trabalhou como operário, adquirindo as experiências do chão de fábrica, e, a partir daí, alcançou as posições de diretor, engenheiro-chefe e consultor independente.

Os espíritos quando vêm dos seus Mundos de Luz para trabalharem apenas como operários, realizando tarefas repetitivas, estão aprendendo a lidar com a dispersão, a adquirir inteira responsabilidade pelas tarefas que lhes são entregues, por isso têm que começar com as tarefas mais simples. Além do mais, eles aprendem também a desprender esforço naquilo que executam e que se encontra sob as suas responsabilidades, daí a razão pela qual recebem geralmente um prêmio pela produtividade, em retribuição ao esforço desprendido.

É certo que os seres humanos encontram críticas para tudo, uma vez que a crítica faz parte do contexto das realizações humanas, mas se bem analisados os efeitos da Administração Científica, proposta por Frederick Taylor, iremos constatar que as empresas puderam melhorar significativamente as ofertas dos seus produtos, tanto em quantidade como em qualidade, enquanto que os trabalhadores, por outro lado, tiveram ganhos de salários, pelo aumento da produtividade e pelo incremento do esforço desprendido em suas tarefas.

Podemos, pois, considerar Frederick Taylor como sendo um grande benfeitor da nossa humanidade, não somente pelos seus princípios direcionados à Administração Científica, mas também pelo seu esforço em progredir na vida, trabalhando de dia e estudando à noite para se tornar engenheiro mecânico.

 

Continue lendo sobre o assunto:

Romae