05.01.10- Outros integrantes do movimento da Administração Científica

A Adm. de Empresas
11 de setembro de 2020 Pamam

FRANK BUNKER GILBRETH E LILLIAN MOLLER GILBRETH

O casal Frank e Lillian Gilbreth focaram os seus estudos no denominado estudo dos movimentos. Frank Gilbreth tinha preocupações muito semelhantes às de Frederick Taylor, exceto que este último era interessado em engenharia e em problemas com os tempos e movimentos dos funcionários e aquele primeiro em construção e com os movimentos dos operários. Nota-se a influência de Frederick Taylor no livro Estudo de Movimentos, onde Frank Gilbreth menciona o desperdício de terra por meio da erosão, mas diz que isso não é nada se comparado com o desperdício de produtividade humana. Para resolver esse problema, ele propunha o estudo sistemático e a racionalização dos movimentos necessários para a execução das tarefas. Ele dedicou atenção especial para a fadiga, onde foi auxiliado por sua mulher Lillian Gilbreth, especialista em psicologia. O casal publicou diversos estudos sobre os movimentos e a introdução de aprimoramentos nos métodos de trabalho para minimização da fadiga.

HENRY GANTT

Formado em engenharia, Henry Gantt era assistente de Frederick Taylor. Dentre as suas principais realizações, destacam-se os seus estudos sobre resistência a mudanças e normas grupais, cujos fatores interferiam na produtividade, mutualismo como caminho para a prosperidade econômica e, a sua principal realização, o controle gráfico diário da produção, denominado de gráfico de Gantt, que era um método gráfico para acompanhar os fluxos produtivos, tendo se tornado a mais importante técnica de planejamento e controle de projetos.

HUGO MÜNSTERBERG

Sendo doutor em Psicologia, Hugo Münsterberg fez contribuições substanciais para quase todos os campos da Psicologia. Defendia ardorosamente a utilização da Psicologia em situações práticas e, em 1910, começou a realizar pesquisas visando a aplicação da psicologia na indústria. As ideias de Hugo Münsterberg se assemelhavam às de Frederick Taylor quanto a capacitação dos mais aptos ao trabalho. Além disso, ele pregava que o papel dos psicólogos na indústria deveria ser para definir as condições psicológicas mais favoráveis ao aumento da produção e produzir as influências desejadas na mente humana, que fossem do interesse da administração. Hugo Münsterberg foi um dos primeiros estudiosos a desenvolver testes de seleção de pessoal para empresas.

 

Continue lendo sobre o assunto:

Romae