05.01.02- Princípios fundamentais da Administração Científica

A Adm. de Empresas
28 de agosto de 2020 Pamam

Frederick Taylor anunciou uma série de princípios administrativos, através dos quais a organização deve se orientar para melhorar a sua eficiência, a partir de critérios científicos, em que os cinco principais são os seguintes:

  1. Planejamento: substituir os métodos empíricos e improvisados por métodos científicos e testados, através do estudo das tarefas por parte da gerência, baseado nos tempos e movimentos, de forma a permitir que as experiências dos trabalhadores venham a ser registradas, medidas, simplificadas e reduzidas ao mínimo, para que assim venha a ser alcançada a melhor maneira de se executar uma tarefa, através de regras postas aos trabalhadores que as colocam em prática;
  2. Seleção ou preparo: selecionar os trabalhadores para as suas melhores aptidões e treiná-los para cada cargo, cuidando do seu contínuo desenvolvimento;
  3. Controle: supervisionar se o trabalho está sendo executado como foi estabelecido;
  4. Execução: disciplinar o trabalho;
  5. Divisão do trabalho: trabalhador fazendo somente uma etapa do processo de montagem do produto, em que a gerência, representada pelos administradores e engenheiros, estabelecem os padrões e os operários apenas obedecem. Este quinto princípio é particularmente importante e característico da Administração Científica, uma vez que antes os trabalhadores realizavam as suas tarefas sem se preocuparem com o tempo que gastavam ou com o quanto produziam, quando então a gerência passa a ser mais presente, com as atividades dos trabalhadores passando a ser mais específicas, proporcionando um organismo de cooperação entre a gerência e os trabalhadores, em que destes é cobrada a execução correta das tarefas que lhes foram ensinadas, visando alcançar os objetivos propostos. Frederick Taylor acreditava que o sucesso do trabalhador se encontrava associado ao sucesso da organização.

Outros princípios da Administração Científica ainda foram adicionados por Frederick Taylor e outros teóricos, no entanto estes cinco princípios seguem como sendo os fundamentais e os mais orientadores, embora os críticos apontem que estes métodos incorporam uma ideologia capitalista de redução do saber por parte dos trabalhadores, no que tange ao estrito cumprimento de ordens, com o seu enunciado como sendo científico fazendo uma identificação exagerada destas opções administrativas com uma neutralidade que é usualmente emprestada à ciência, e o que é mais grave, os estudos carecem de comprovação científica segundo um método geralmente aceito, uma vez que se fundam mais em conjecturas a partir de casos isolados e em evidências concretas, não em abstração.

Entretanto, embora estejamos nos referindo a princípios que foram estabelecidos há mais de um século, vale salientar que eles não foram descartados ou esquecidos, mas sim aprimorados, pois ainda hoje é possível detectar as bases dos princípios da Administração Científica no contexto da administração das empresas.

 

Continue lendo sobre o assunto:

Romae