04.01.04- A teoria das necessidades adquiridas

A Adm. de Empresas
8 de julho de 2020 Pamam

É sabido que todos os espíritos quando encarnam assumem em plano astral o compromisso de cumprir com as suas obrigações, com os seus deveres e, por vezes, com as suas missões neste nosso mundo-escola. A motivação, pois, diz respeito a esses compromissos assumidos em plano astral, quando então os espíritos demonstram as suas responsabilidades em cumprir com tudo aquilo que lhes afetam diretamente, ou que lhes dizem respeito.

No decorrer de todo o processo da evolução, os espíritos passam a identificar as suas necessidades mais prementes, para que assim possam desenvolver os seus órgãos mentais, que são o criptoscópio, o intelecto e a consciência, assim como também os atributos individuais, que formam a sua moral, e os atributos relacionais, que formam a sua ética, sabendo-se que os atributos comandam os órgãos mentais.

Quando, por exemplo, em uma determinada encarnação, um espírito veio com as faculdades intelectuais mais desenvolvidas e utilizou mal a essas faculdades, ele pode reencarnar como sendo um trabalhador braçal, pois que ele sente a necessidade de sopitar determinados atributos e desenvolver a outros que o impediam de exercer as faculdades intelectuais.

As necessidades primordiais, portanto, são de natureza espiritual, uma vez que a necessidade principal diz respeito diretamente à evolução do espírito, em que a partir dela vão surgindo as necessidades secundárias, em conformidade com aquilo que o espírito necessita para promover a sua evolução, uma vez que a estrada a ser percorrida é muito extensa, por isso requer um cuidado extremo do espírito em relação àquilo de que necessita para o seu progresso. Então as necessidades vão surgindo, à medida em que o espírito vai evoluindo.

A tudo isso nós podemos denominar de necessidades imateriais, pois que dizem respeito diretamente à espiritualidade. Mas existem também as necessidades materiais, que dizem respeito diretamente ao corpo material, digamos assim, embora a matéria não exista, mas que se pode utilizar os termos matéria e materialidade para se referir às coisas que se ligam diretamente a este mundo.

Mas acontece que os estudiosos não conseguem adentrar no âmbito da espiritualidade, pois segundo o autor McClelland, as pessoas podem possuir três tipos de necessidades, em intensidades diferentes, que são as seguintes:

  1. Necessidade de realização:
    • De acordo com McClelland, a necessidade de realização está relacionada ao desejo de atingir objetivos, em que neste caso o indivíduo possui uma maior tendência a assumir situações de risco moderado, pois acreditam que as suas habilidades serão suficientes para obter êxito nessas situações. Normalmente, as pessoas evitam situações de baixo risco, por se considerarem com capacidades muito superiores em relação às exigidas e, ao mesmo tempo, evitam situações de risco muito alto, pois consideram que possuem menos chance de sucesso. Uma das principais características das pessoas que possuem esta necessidade de realização é que normalmente gostam de trabalhar sozinhas.
  2. Necessidade de afiliação:
    • A necessidade de afiliação está intimamente ligada ao desejo profundo de estabelecer relações afetivas com os outros indivíduos, ou seja, sentir-se querido e aceito por todos. As pessoas que possuem esta necessidade de afiliação normalmente gostam de trabalhar interagindo com as demais pessoas.
  3. Necessidade de poder:
    • Para McClelland, a necessidade de poder está relacionada ao desejo de controle e de influência em relação aos outros indivíduos. Essas pessoas procuram sempre se destacar e causar impacto. Normalmente, estão mais propensas a correr riscos e, em caso de sucesso, querem visibilidade a fim de impressionar. São características marcantes de pessoas que gostam de liderança, querendo mostrar status e prestígio.

Um volume considerável de pesquisas tem havido sobre a necessidade de realização a esses três tipos de necessidades, com McClelland e os seus colegas tendo realizado pesquisas substanciais, especialmente sobre os métodos para testar pessoas com relação. A pesquisa sobre a necessidade de realização tem sido digna de nota, sendo frequentemente utilizada por psicólogos como protótipo de como o conhecimento deve ser pesquisado e descoberto nas ciências do comportamento.

Segundo os estudiosos do assunto, é de extrema importância considerar o grau de cada uma dessas necessidades que cada indivíduo possui, a fim de que ele se mantenha constantemente motivado. Cada indivíduo possui necessidades específicas e cabe a gestão de pessoas reconhecê-las, pois somente desta forma ele poderá se sentir mais satisfeito para desempenhar o seu papel nas organizações.

 

Continue lendo sobre o assunto:

Romae