02- INTRODUÇÃO

Prolegômenos
29 de maio de 2018 Pamam

Eu vou desenvolver a esta explanação acerca de A Filosofia da Administração, utilizando-me logo de um método: o da repetição. Não se deve radicalizar severa e abruptamente contra a tradição, pois ela se encontra fortemente enraizada nos corpos mentais dos seres humanos, uma vez que a nossa humanidade ainda vive na fase da imaginação, que é a grande formadora da cultura que impera no meio ambiente, já que ela ainda ignora a composição dos órgãos mentais e as formações dos atributos humanos, portanto, como se forma e como se desenvolve a inteligência dos espíritos, para que eles possam produzir as sensibilidades e depois os sentimentos, os sentidos e depois os pensamentos, e, por fim, a amizade espiritual, fazendo emergir a solidariedade fraternal, e depois o amor espiritual. Por isso, as mudanças têm que ser formuladas de uma maneira repetida, pois a repetição tem a sua própria força que lhe é característica.

Mas eu devo fazê-lo de uma forma constante e ininterrupta, para que assim os corpos mentais dos seres humanos, ainda bastante atrasados, possam, aos poucos, ir se adaptando e se acostumando com as verdadeiras ideias que vão surgindo no cenário da vida, em face do inevitável progresso humano, uma vez que elas são benéficas às vidas das pessoas, além de serem esclarecedoras da nossa natureza humana, por isso remodeladoras dos nossos poderes e das nossas ações, os quais devem ser todos baseados na verdade e na sabedoria, respectivamente, com ambas sendo devidamente coordenadas pela razão, e nunca, jamais, baseados na imaginação, que apenas traduz a irrealidade da vida.

Com o tornar a dizer ou a escrever, repisando sempre os esclarecimentos primordiais, pois que uns se entrelaçam com outros, notadamente aqueles que devem se encontrar em destaque em cada teor dos diversos assuntos, partindo deles como princípios e como bases para as formulações de novas ideias, portanto, de novos esclarecimentos, a repetência vai assim reproduzindo, gradativa e automaticamente, tudo aquilo que já se encontra apreendido pelos corpos mentais dos seres humanos, fazendo com que eles possam emitir os seus próprios juízos a respeito destas novas ideias, para que assim possam formar as suas próprias concepções acerca da realidade universal, que deve ser comum a todos, e a partir daí formular as suas próprias ideias, que irão gerando outras ideias, para que elas reunidas possam refletir cada vez mais a luz astral nas suas consciências, as quais irão repercutir nos pensamentos produzidos pela nossa humanidade, desenvolvendo as ideias iniciais sob um novo prisma, que assim vão se estendendo até a apreensão total acerca da inteligência.

Aliás, quase tudo na vida só se faz bem feito por intermédio da repetição constante, que se não leva à perfeição, conduz os seres humanos a um aperfeiçoamento cada vez mais acentuado naquilo que realizam em suas vidas. Então todos devem ser cientes de que a repetição tem um imenso valor na vida dos seres humanos, pois até a disposição para repetir as ações que sejam benéficas e salutares à vida causam também os seus respectivos efeitos benéficos e salutares, já que tudo fica gravado no corpo fluídico.

Ninguém desconhece os efeitos da repetição no labor da vida profissional, uma vez que as mesmas tarefas desempenhadas no cotidiano levam os profissionais a um maior aperfeiçoamento, por conseguinte, a uma maior qualificação, pois adquirem uma maior experiência em relação a elas, razão pela qual, quando questionados acerca de algo relacionado às suas profissões, muitos exclamam com certo júbilo: eu sou profissional! Muitos artistas, quando no desempenho das suas artes, recebem os mais calorosos aplausos do público, que fica entusiasmado no momento da apresentação, sem sequer se aperceber que aquela arte que lhe está sendo apresentada é fruto de muitas repetições, através dos ensaios. Os jogadores de futebol ensaiam as suas jogadas repetindo a estas intensamente nos treinamentos, assim como também acontece nos demais esportes que são praticados. Até o próprio estudo dos livros requer as suas repetições, para que assim as lições que foram bem sucedidas possam ficar bem gravadas na memória do estudioso, que assim dará mais atenção a elas. Então, podemos estender os efeitos benéficos e salutares da repetição em todos os setores da vida, inclusive nesta explanação de A Filosofia da Administração.

Além do mais, muitos dos assuntos que serão abordados previamente, antes mesmo de adentrarmos à explanação da Administração propriamente dita, requerem a introdução dos assuntos que já formam abordados, por força das circunstâncias, com vistas a uma melhor compreensão por parte dos leitores, e também para que se tornem mais completos, uma vez que todos os assuntos devem se encaixar perfeitamente uns com os outros em seus desdobramentos, pois que o Saber, por excelência, é apenas um só, embora ele venha a ser dividido em parcelas, que devem ser denominadas de parcelas do Saber, e nunca, jamais, de ciências, pois que estas têm como fontes as verdadeiras religiões, como será amplamente demonstrado.

Para aqueles que ainda não conseguiram apreender em suas almas o imenso valor que possui a repetição, notadamente em relação aos assuntos que devem ser explanados, vejamos o que afirma sobre ela a grande educadora Olga. B. C. de Almeida, em sua obra Caminhos Certos, a página 220, quando a autora diz o seguinte:

Somente é possível se encontrar o que se procura, com determinação.

Estabeleça um plano para a realização do que você deseja, faça-o progredir através da imaginação e ações corretas aplicadas às próprias necessidades; fertilize-o com entusiasmo; trabalhe por ele continuamente, pois a repetição tem muita força (grifo meu). Não se preocupe tanto com os acontecimentos, combatendo a pragas do medo que só podem prejudicar”.

Até a ciência da computação tem a sua estrutura de repetição, caracterizando-se como sendo uma estrutura de desvio do fluxo de controle presente em linguagens de programação, que realiza e ou repete diferentes algoritmos e ações, dependendo se uma condição pode ser verdadeira ou falsa, em que a expressão é processada e transformada em um valor booleano. Estão associados a uma estrutura de repetição, a uma condição, que é também denominada de expressão de controle ou de condição de parada, e a um bloco de código, em que se verifica a condição, que caso seja verdadeira, o bloco é executado. Após o final da execução do bloco de código, a condição é verificada novamente, e caso ela seja ainda verdadeira, o bloco de código é executado mais uma vez. Deve-se observar que a estrutura será executada para sempre, uma situação denominada de laço infinito, caso o bloco de código nunca venha a modificar o estado da condição. Da mesma forma, é possível especificar uma estrutura em que o bloco de código modifica o estado da condição, mas esta é sempre verdadeira. Algumas linguagens de programação especificam ainda uma palavra reservada para sair da estrutura de repetição de dentro do bloco de código, “quebrando” assim a estrutura. Também é oferecida por algumas linguagens uma palavra reservada para terminar uma iteração específica do bloco de código, forçando assim uma nova verificação da condição.

A repetição, juntamente com o inconsciente, a transferência e a pulsão, não cabendo aqui a explanação destes três últimos, foram nomeados por Jacques Lacan como sendo os quatro conceitos fundamentais da psicanálise, o que implica em dizer que a repetição é realmente utilizada em todos os setores da vida.

 

Continue lendo sobre o assunto:

Prolegômenos

04.01- O método da dedução

Todos os conhecimentos metafísicos acerca da verdade são captados do Espaço Superior, através da percepção oriunda do órgão mental denominado de criptoscópio, ou, então, obtidos por intermédio da intuição,...

Leia mais »
Romae